REDE CPLPAV

Notícias

18-12-2016
NOSSA LÍNGUA: Bom dia, em que posso ser útil?


Esta semana, o Programa Nossa Língua exibe o último programa da cartela de documentários portugueses: "Bom dia, em que posso ser útil?", de Margarida Metello.


A Ana ainda não perdeu a esperança de ser arqueóloga; a Maria do Carmo trabalhou uma vida nos lanifícios para acabar desempregada aos 44 anos; o Jaime já decidiu que vai ser dançarino e emigrar; o João adora o que faz e não pensa em mudar. Os quatro têm idades, percursos e projetos de vida diferentes, mas algo em comum: são todos operadores de “call center”. A atividade é o equivalente tecnológico e “limpo” da “linha de montagem” fabril.


Um assistente de “call center” pode passar 8 horas por dia fechado num cubículo a olhar para um computador, sem nenhum outro contato com o mundo “cá de fora” senão um microfone e um par de auscultadores. Oito horas a dar informações, a resolver problemas – ou não! – a vender produtos, a fazer inquéritos; a ouvir desabafos, confidências e palavrões; a aturar de tudo: gente simpática, educada, malcriada, irritada e impaciente... Oito horas com um sorriso na voz! “Bom dia, em que posso ser útil?” é um documentário que nos leva a este mundo dos call centers portugueses, onde já trabalham cerca de 50 mil pessoas, mas que é quase desconhecido de quem está “do lado de cá da linha”.


Título: BOM DIA, EM QUE POSSO SER ÚTIL?

País: Portugal

Duração: 51’:19’’

Ano 2011

Direção: Margarida Metello

Produção: Ana Lucas - RTP


________

O PROGRAMA NOSSA LÍNGUA

 

O Programa Nossa Língua, parte integrante do Programa CPLP Audiovisual, constitui iniciativa estratégica de colaboração entre as emissoras públicas de televisão dos estados membros da CPLP para a composição de uma faixa comum de programação a ser difundida simultaneamente nos diversos territórios nacionais, composta por documentários capazes de oferecer ao público telespectador uma visão contemporânea da diversidade cultural, social e política do mundo de língua portuguesa.

Os Polos da Rede CPLP Audiovisual selecionaram uma carteira de títulos para a ilustração das respectivas realidades nacionais para serem exibidos nas emissoras públicas dos estados membros da CPLP. Com isso, foi criada uma faixa semanal de programação, com duração aproximada de 60 minutos, que será exibida ao longo de 28 semanas, entre o segundo semestre de 2016 e o primeiro trimestre de 2017.

A programação NOSSA LÍNGUA servirá também como instrumento de formação de plateias/audiências nas emissoras públicas para a programação inédita que irá ao ar em 2017, resultante das produções selecionadas e produzidas pelos Concursos Nacionais do DOCTV CPLP II e do FICTV CPLP I que completam o conjunto de ações do Programa CPLP Audiovisual.

10-05-2019
Ante Estreia Documentário "Parto" Moçambique

Moçambique realizou dia 8de Maio, a cerimónia oficial de lançamento de difusão do DOCTV CPLP III, com a exibição do documentário "O PARTO". A cerimónia foi presidida pelo Excelentíssimo Senhor Secretário Permanente do Ministério da Cultura em representação do Ministro. O evento contou ainda com o PCA da TVM - Televisão de Moçambique, o Secretário Geral da AMOCINE, Embaixada de Angola, cineastas e convidados, que lotaram a sala por completo. De destacar que a ante estreia foi notícia num dos jornais de maior circulação no país. A TVM inicia próximo domingo, dia 12, a teledifusão com o documentário de Moçambique.

07-05-2019
Estreia Nacional em Timor-Leste

Aconteceu no dia 6 de Maio, pelas 15h no Auditório do Arquivo e Museu da Resistência de Timor - AMRT a estreia do documentário "Músicas de Resistência", na estreia estiveram presentes: - O Secretário de Estado da Arte e Cultura; - O Secretário de Estado da Comunicação Social ; - O Embaixador da República Indonésia em Timor Leste - O Embaixador da União Europeia em Timor Leste; - O Presidente do Conselho de Administração da RTTL, EP; - O Vise-presidente do Instituto Camões; - Diretores Gerais e Nacionais dos ministérios relevantes; - Realizadores, Cinematógrafos, Escritor, Autor, Produtor etc.

veja mais