REDE CPLPAV

Notícias

19-11-2016
Programa NOSSA LÍNGUA: Ferro em Brasa



O documentário Ferro em Brasa nos traz como personagem o fotojornalista moçambicano Ricardo Rangel, o primeiro jornalista não branco a entrar para uma equipe de um informativo em Moçambique no período colonial. Sua trajetória não só serviu de exemplo e modelo para duas gerações de fotógrafos que se seguiram, como também, no Centro de Formação Fotográfica, ele continuou a preparar profissionais para a prática da fotografia e do fotojornalismo. Seu trabalho permitiu uma produção de imagens de valor inestimável que se tornaram um acervo fundamental dos últimos 60 anos da história de Moçambique.


Ricardo Rangel é o símbolo de uma geração que no fim dos anos 40, em Moçambique, iniciou as primeiras denúncias contra a situação de exploração colonial. Enquanto fotografava a cidade dos colonos, Ricardo revelava a desumanidade e a crueldade do colonialismo.


Este documentário nos mostra para além do personagem, o Moçambique dos anos pré-independência. A fotografia e a memória registrada em imagens em Moçambique tem em Ricardo Rangel um dos seus mais importantes pilares. Desde o período colonial até ao fim da guerra civil pós-independência, ele fotografou 60 anos da história de seu país.


Neste filme, o fotógrafo inaugura uma exposição com o lançamento de um livro fotográfico, e conduz-nos pela cidade que o viu crescer, tanto na companhia de amigos, na rua, ou em sua casa, com sua companheira, enquanto vai narrando passagens importantes de sua vida e obra. A cidade de Maputo, a fotografia, a boémia e o jazz ocupam um lugar especial em seu coração. 

 

Título: FERRO EM BRASA

País: Moçambique

Duração: 49’:38’’

Ano 2006

Direção: Licínio de Azevedo

Coprodução: Ebano Multimédia / LX Filmes