REDE CPLPAV

Notícias

15-06-2016
DOCTV CPLP II: Motxi Obo (A Morte da Floresta)

O produtor Gerson Soares, e o realizador Ramusel Graça, vencedores do concurso DOCTV CPLP II de São Tomé e Príncipe, já iniciaram a etapa de produção do documentário Motxi Obo (A Morte da Floresta).


Nas pesquisas da preparação foram identificadas pelos guardas florestais áreas que foram alvos de abate indiscriminado de árvores nas dependências de São Luís, na Roça Binda. Naquela área concretamente, está a ser filmada a devastação, onde o engenheiro florestal, Meyer António, explica as implicações negativas dessas ações que vêm ocorrendo no país.

Em abril, foi realizada uma visita ao atelier do senhor Amâncio Valentim, um médico tradicional que usa as plantas, cascas, e raízes para tratamento de várias doenças e enfermidades. Ele é um profundo conhecedor da flora e das propriedades das espécies vegetais da região.



Contatada em março, Maria do Ceu Madureira, investigadora portuguesa, pela Universidade de Medicina de Coimbra, rapidamente se predispôs a colaborar na localidade de Pagafoguinho, considerada farmácia natural de São Tomé, onde existem muitas plantas medicinais. Ela e o curandeiro Pontes foram fazer a colheita de espécies e explicar suas vantagens na medicina científica e tradicional e as consequências da morte lenta da floresta devido a exploração inadequada.


Também já foi registrado o trabalho do biólogo e investigador português Ricardo Sousa, que desde 2008 estuda a flora e fauna de São Tomé e Príncipe. Ricardo investiga espécies de aves responsáveis pela reflorestação, trabalho que envolve a captura dos pássaros e coleta de suas fezes para o efeito deste mesmo estudo.



Abaixo, algumas fotos da produção do documentário Motxi Obo (A Morte da Floresta):